29 dezembro 2010

boa tarde, posso enlouquecer aqui?

eu e minha garrafa de stolichnaya não estamos dando conta da pressão de fim de ano, daí lembrei que blog foi feito primordialmente para pessoas que querem surtar quando todos os celulares estão misteriosamente fora de área ou desligados. inclusive o meu, mas detalhes. eu desligo o celular por 5 dias e quando ligo de novo tem sms. da vivo. me ensinando a ver meu saldo. não tenho saldo, vivo, obrigada pela preocupação. fico dias sem entrar no orkut, volto lá e oooolha, dois visitantes recentes: meu pai fujão e um podólatra. juro, meu pai. juro, um podólatra. meu pé nem bonito é. meu pai nem... ai, deixa pra lá.

daí eu perco uma tarde inteira tentando lembrar a combinação de email/senha para entrar num blog meu de 3 anos atrás. em minha defesa tenho a dizer que (a) tô de férias, alguém me socorre, (b) devo ter umas 15 contas de email, mais 5 senhas randômicas, faz aí a análise combinatória, (c) vodka de qualidade duvidosa. umas 3 horas de tentativas e opa, consegui. e o primeiro post que leio diz o seguinte:

é tão desagradável quando as pessoas ignoram o seu dia ruim (ou sua semana, ou seu ano) e continuam arrastando correntes à sua volta, como se você fosse uma maquininha-de-oferecer-conforto.
porque se eu fosse uma máquina, pelo menos depositariam moedinhas.

sai daqui, 2010. sério, não tô mais me responsabilizando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário