23 maio 2010

pequeno manual da conduta ébria

1. negue. negue tudo. negue sempre. negue gostoso. não fui eu, não sei, não vi, não conheço, não fumo, não bebo, não dou, eu nem tava lá, sua louca!

2. se você usa algum patuá/amuleto, não invente de fazer a desapegada e se livrar do traste no meio do salão. três horas mais tarde a onda vai passar (ou bater, sei lá, tudo é muito relativo) e você vai querer aquela merda de volta.

3. se sua identidade cair na privada, não peça à tia da limpeza que a pesque de volta e guarde num saquinho. tire a segunda via.

4. se estiver com uma pessoa legal, evite gritar meu deeeus, fui assaltada/espancada/estuprada/abduzida! primeiro porque QUIRIDA, isso são só as vozes na sua mente. segundo que a pessoa legal pode ficar um pouco assustada e fugir.

5. não dê seu telefone para geral. no dia seguinte seu celular vai parecer o chat amizade, com muita gente bonita num clima de total azaração. e você não lembrará de ninguém, claro.

6. não pegue gays. sério, raquel, já deu de fetiche, chega de pegar gay.

7. o funk é uma estratégia utilizada pelas casas noturnas depois das 5 da manhã para indicar aos frequentadores o momento de ir embora. o funk não é - repito, não é! - um momento de confraternização.

8. não deixe o staff enlouquecido procurando coisas que você não perdeu, apenas esqueceu momentaneamente onde estavam (tipo a identidade na privada).

9. deixe a merda do seu all star preto mulambento em casa, ou continuará ouvindo "ih, meus amigos disseram para eu nem perder tempo vindo falar contigo, acharam que tu era sapatão".

10. culpe o risole de camarão pelo inchaço bizarro que aquele doente mental deixou na sua boca quando achou que você curtia um carinho hardcore. se não for possível, volte ao item 1: não tem nada inchado aqui, sua louca!

11. não compre lanchinho pro motorista de táxi só porque ele estava ouvindo muse. você não é rica, caralho.

e por último: se não conseguir seguir o manual, faça a serena e fique fora de circulação por alguns dias. considerando que nem identidade você tem nessas alturas, não é como se lhe restassem muitas opções, mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário