13 março 2010

depois de séculos, saí para um trabalho de campo. eu não tenho me alimentado direito, estava um calor funesto e não estava me sentindo bem desde ontem, mas resolvi rir na cara do divino e ir mesmo assim.

como quem ri por último ri melhor, meia hora depois de entrar na restinga comecei a passar mal. maaaaaaaal. exorcista feelings. meus coleguinhas me conduziram a um quiosque e voltaram pro mato. como o grumari é um local que impede a pessoa de exercer o direito de ir e vir, só me restou ficar ali sentada esperando minha carona. coisa que demoraria... hmmm... umas quatro horas.

uma galera comendo peixe frito achou de bom tom compartilhar seu excelente gosto musical com os convivas, abriu o malão do carro e ligou o rádio. ao som de rebolei-chon-chon às margens do rio piedra da praia de grumari eu sentei e chorei. mentira, não chorei porque já estava desidratada nessas alturas, mas enfim. desespero, mosquitos, rebolation e a tia do quiosque que não entendia nada do que eu pedia. eu perguntava "tem água tônica?" e ela respondia "tem. a sem gás." não quero saber como deve ser uma água tônica sem gás, obrigada.

a galera do rebolation se foi e só ficaram 4 bêbados numa mesa. eles falavam baixo e riam, e depois de um tempo a paranóica dentro de mim começou a achar que estavam rindo da minha cara. previsão lindamente confirmada quando o mais bêbado do time veio até onde eu estava e perguntou

- você. está. bem?

naquele tom pausado que usamos com crianças, bichos ou pessoas com problema mental. o que eu total devia estar parecendo, de calça jeans e tênis nos 40 graus da praia de grumari.

- olha bem pra minha cara e responde você. tô parecendo bem?
- CARAAAALHO, tu fala português? tu num é gringa não?

hahahaha, gringa.

sei que os bêbados eram super amáveis, me levaram pra mesa deles e me entupiram de água e coca cola. tentaram me entupir de cerveja também, mas eu estava mal demais para aceitar, REFLITAM sobre o meu estado. falei que faço biologia e eles resolveram me zoar tacando latas e garrafas na areia e correndo pra recolher quando eu olhava. foi meio engraçado, mas da terceira vez em diante comecei a ficar entediada e me perguntei se continuariam me dando refrigerantes se eu mandasse eles enfiarem as garrafas no rabo. isso que eu ainda não mencionei que além da cerveja eles também tinham "uísque" - ou algum derivado bizarro de álcool de cereais chamado de "uísque" em lugares elegantes tipo a mariuzinn - e a parada era tão intragável que estava sendo misturada com suco. de pêssego. ades.

mas o melhor foi o seguinte diálogo:

- o que você faz?
- então, a gente entra na restinga, faz coletas e leva pra catalogar. o objetivo é fazer um levantamento do máximo de plantas que tem aqui.
- aaaaaaah.
- ...
- ...
- ...
- tá, mas o que você faz?

tipo que até pessoas que misturam álcool de cereais com suco de soja conseguem enxergar quão FAIL é o meu futuro.

depois de muito tempo - e quando digo muito, quero dizer MUITO - vi-crepúsculo-e-lembre-de-você e cia ilimitada apareceram pra me resgatar, mas nesse ponto eu nem estava me importando muito porque já tinha virado amiga de infância dos bêbados e estávamos tendo uma animada discussão sobre como mandar uma pessoa tomar bem no meio do olho do cu é muito mais eficiente do que simplesmente mandá-la tomar no cu. 
BEM MAIS LEGAL que ficar andando a esmo no sol escaldante, vá.

sei que no fim todos nos abraçamos e eles seguiram para continuar a bagaceira num tal de quiosque do alemão, que é parceiro e deixa pagar no fim do mês. 

fica aí a dica para todos que passarem pelo grumari e não estejam desidratados, vomitando as tripas nem cobertos de carrapatos.

5 comentários:

  1. Eu também tenho essa impressão de que as pessoas sempre estão rindo de mim.
    E olha, eu já tive vontade de ser biologa só de ler as suas experiencias haha
    Eu prefiro o meio do mato à minha cidade. Sério.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. quanto ao seu fail futuro, bem vinda ao clube..

    sempre passo por isso quando digo que sou publicitária..

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho essa paranóia qdo as pessoas começam a falar baixo e rir.

    Mas sério, todo o meu respeito aos bêbados do universo! Quando tudo dá errado eu procuro sempre uma concentração deles.

    "algum derivado bizarro de álcool de cereais chamado de "uísque" em lugares elegantes tipo a mariuzinn"
    hahaha ótima!

    ResponderExcluir
  4. que bom que vc esta bem. quero dizer, que se recuperou. ou melhor, que voltou ao seu normal... vc sabe, bebados desconhecidos, passar mal, mimimi por causa de bio. :D

    curto seu blog. fato.

    ResponderExcluir
  5. Alcool de cereais vá lá, mas suco de soja mata sabia!? ahuahua!
    Gostei daqui :)

    ResponderExcluir